Ligação Direta - Notícias
Salvador, 20 de Fevereiro de 2019

Três são procurados e 5 suspeitos morrem após ataque que matou PM

Rogério Souza da Silva, de 32 anos, não resistiu aos ferimentos (Foto: Reprodução / Facebook)A polícia procura por três suspeitos de participar da quadrilha de tráfico de drogas que atirou contra dois policiais militares,deixando um deles morto e outro baleado,na noite de domingo (25), na cidade de Valença, Baixo Sul da Bahia.

Cinco suspeitos de participação no atentado também morreram em confronto com policiais militares, segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP).

O policial que não resistiu aos ferimentos foi Rogério Souza da Silva, de 32 anos, lotado na 33ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM). O PM João Feitosa Plínio Júnior, atingido por dois disparos, foi socorrido para o hospital de Santo Antônio de Jesus e terá alta médica nesta segunda-feira (26).

A quadrilha que comandou o atentado atua no bairro do Tento, em Valença. Dois homens procurados foram identificados como Luciano e Cláudio de Iara. A dupla teria liderado o ataque. Outro envolvido que ainda é procurado é apelidado apenas de "Danico".

De acordo com a SSP, os suspeitos Adriano Bispo da Conceição e Rafael Ramos do Espírito Santo, também suspeitos de participar do ataque contra os PMs, foram descobertos por policiais no bairro do Tento, quando resistiram à prisão e morreram em confronto, ainda na noite de domingo.

Outros dois suspeitos de participação na morte, Leandro Santos de Almeida e outra pessoa não identificada, tentaram fugir de barco, mas foram alcançados por policiais no atracadouro de Valença na noite de domingo.

Conforme a Secretaria de Segurança, durante confronto com policiais, os dois suspeitos foram atingidos e não resistiram aos ferimentos. No final da manhã desta segunda-feira, no bairro da Bolívia, um quinto integrante da quadrilha, que não teve o nome divulgado pela SSP, também resistiu à prisão e morreu.

Segundo a SSP, o soldado João Feitosa da Silva Plínio Júnior deve ser ouvido ainda nesta segunda-feira pelo titular da 5ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Valença), José Raimundo Neri Pinto, que investiga o crime. Policiais da 5ª Coorpin, com reforço enviado pelo Departamento de Polícia do Interior, e da 33ª CIPM, continuam em diligências para capturar o trio.

Em 2016, segundo dados da Polícia Militar da Bahia, foram 23 policiais mortos no estado, sendo que três deles estavam em serviço.

Reprodução/G1

Postado em 26 de Dez 2016 as 15 : 46 : 00

 

Copyright 2014 - Todos os direitos reservados