Ligação Direta - Notícias
Salvador, 25 de Setembro de 2020

Modelo é suspeita de faturar mais de R$ 300 mil em golpes

Cerca de 100 pessoas procuraram o delegado Eduardo Prado, até a manhã da quinta-feira (13), afirmando terem sido enganadas pela modelo Bruna Cristine Menezes de Castro, 25 anos.

Conhecida como Barbie, a jovem está presa em Goiânia desde terça-feira (11), suspeita de aplicar golpes pelas redes sociais.

Bruna é investigada por anunciar produtos importados na internet, receber o dinheiro dos compradores e nunca entregar a encomenda.

Segundo a polícia, ela usava contas de terceiros para receber o dinheiro. Só nas vítimas que denunciaram a jovem desde abril,ela teria dado um prejuízo total de cerca de R$ 50 mil.

Para o delegado Prado, a modelo aplicava golpes há cerca de cinco anos. Se essas novas denúncias forem confirmadas, o prejuízo causado pode chegar ao total de R$ 300 mil.

As vítimas formaram grupos nas redes sociais para tentar evitar que Bruna desse novos golpes. Pelas denúncias, Prado estima que centenas de pessoas tiveram prejuízo com a modelo. Segundo ele, Bruna criava perfis com nomes falsos nas redes sociais para vender produtos como celulares, maquiagens e perfumes.

“Em alguns perfis, ela dizia que era Maria. Ela ia cancelando as contas e criando outros perfis”, afirmou. Ela também inventava problemas familiares para justificar o fato de não enviar os produtos. “Ela usava desculpas como doenças de familiares para não entregar os pedidos dos clientes”, disse.

Foto: Reprodução/Intagram

Postado em 14 de Ago 2015 as 17 : 30 : 00

 

Copyright 2014 - Todos os direitos reservados