Ligação Direta - Notícias
Salvador, 19 de Novembro de 2017

Senador do PSD chama CPMI da JBS de "farsa", critica relator e é 2º a abandonar comissão

Membro da CPMI (Comissão Parlamentar Mista de Inquérito) da JBS, o senador Otto Alencar (PSD-BA) anunciou nesta terça-feira (12) sua saída do colegiado durante a primeira reunião de trabalho da comissão, a qual chamou de "farsa" e "chapa-branca".

A comissão tem como objetivo apurar supostas irregularidades praticadas pelo grupo J&F, que controla o frigorífico JBS, junto a empréstimos do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social).

Interrompendo a fala do presidente da CPMI, o senador Ataídes Oliveira (PSDB-TO), Otto Alencar criticou a visita do tucano ao presidente Michel Temer (PMDB) no último sábado (9) no Palácio do Jaburu, e a escolha do deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS) como relator da comissão, chamando-o de "testa de ferro" de Temer.

Alencar levantou-se após terminar sua fala, e, em meio a apelos de Ataídes para que fosse ouvido, disse que "não dá para ouvir" suas justificativas, e deixou o plenário batendo a porta com força, depois de se dizer "envergonhado". O presidente da CPMI classificou a atitude de Otto como "uma falta de respeito com os colegas" e um "filme", e disse que não esperava isso do colega.

Fonte: Uol (FA)

Postado em 13 de Set 2017 as 12 : 47 : 00

 

Copyright 2014 - Todos os direitos reservados