Ligação Direta - Notícias
Salvador, 24 de Maio de 2018

Bahia não perde há 17 anos jogando em SP contra o Palmeiras

No próximo sábado (19), Palmeiras e Bahia se enfrentam às 21h no Allianz Parque, em partida válida pela 6ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A. Esse será o 50º duelo entre o alviverde paulista e o tricolor baiano na história das duas equipes. Vale ressaltar que esse confronto acontece desde o ano de 1937, quando o antigo Palestra venceu o Esquadrão de Aço por 4 a 0 no primeiro encontro.

No total, nas 49 oportunidades em que as equipes se enfrentaram até hoje, os paulistas levam uma grande vantagem já que venceram 26 vezes, contra nove do Esquadrão e mais 14 empates. O Palmeiras marcou 77 vezes e sofreu 37 gols.

Levando em consideração apenas partidas de Campeonato Brasileiro, foram 40 no total, com 20 triunfos pro porco, nove do Tricolor e mais 10 empates. Os paulistas fizeram 51 gols contra 31 dos baianos.

Já quando o recorte são os jogos em São Paulo, apesar da vantagem seguir com os palmeirenses, que em 20 duelos somam 10 vitórias contra quatro dos tricolores e mais cinco empates, o Bahia tem um bom retrospecto recente.

Atuando na capital paulista, o Esquadrão de Aço não perde há cinco jogos, tendo dois triunfos e três empates nesses jogos. Mas o curioso é que a última derrota do Bahia na terra da garoa aconteceu há 17 anos, em partida válida pelo Campeonato Brasileiro de 2001, onde os alviverdes venceram por 2 a 1, com gols de Lopes e Muñoz e Preto Casagrande descontando para o Bahia.

Lembrando que o último confronto entre as duas equipes, pela Série A de 2017, terminou empatado. No dia 21 de outubro, Palmeiras e Bahia ficaram num 2 a 2 no Pacaembu , com Willian e Bruno Henrique marcando pelos mandantes e Edigar Junio marcando duas vezes para empatar. Confira as escalações das duas equipes naquele dia

PALMEIRAS:
Fernando Prass; Tchê Tchê, Edu Dracena, Juninho e Egídio; Thiago Santos, Bruno Henrique (Felipe Melo) e Moisés; Willian (Roger Guedes), Dudu e Deyverson (Borja)
Técnico: Cuca

BAHIA:
Jean; Eduardo, Rodrigo Becão, Lucas Fonseca e Juninho; Renê Júnior, (Feijão) Juninho e Vinícius (Rodrigão); Zé Rafael (Régis), Mendoza e Edigar Junio
Técnico: Paulo Cesar Carpegiani

Da redação com informações dos Galáticos Online // ACJR

Postado em 15 de Mai 2018 as 15 : 04 : 52

 

Copyright 2014 - Todos os direitos reservados