Ligação Direta - Notícias
Salvador, 17 de Julho de 2018

Deputados estaduais da Comissão de Saúde aprovam o novo Hospital Couto Maia

Resultado de imagem para Deputados estaduais da Comissão de Saúde aprovam o novo Hospital Couto Maia

Nova unidade hospitalar do Governo do Estado, o Instituto Couto Maia (Icom) visitado por deputados da Comissão de Saúde e Saneamento da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) nesta terça-feira (15). O secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas conduziu os deputados pelas instalações, explicando como funcionarão os diversos setores como emergência, internação e centro de referência de imunobiológicos.

Com as obras já em fase final e referência em doenças infecto-contagiosas, o novo hospital recebe investimento de cerca de R$ 110 milhões. Ele será entregue ainda no primeiro semestre deste ano, substituindo o Hospital Couto Maia, que funciona no bairro do Monte Serrat e já não comporta o volume de atendimentos e a complexidade das doenças atuais. 

Com o Icom, a oferta de leitos será ampliada de 97 para 120, sendo 20 vagas de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). “Este será o maior e mais moderno hospital de doenças infecciosas do país, com leitos de UTI pediátrica e adulta, enfermarias com leitos de isolamento, além de salas cirúrgicas”, afirmou Fábio Vilas-Boas. Ele ainda acrescentou que a nova unidade utilizará prontuário eletrônico, dispensando impressão de papel.

O presidente da comissão de saúde e saneamento, deputado Alex da Piatã, destacou como uma grande iniciativa a construção do hospital. “Eu achava que [o Icom] seria inaugurado no próximo ano, mas estou vendo que está tudo muito adiantado. Vai ser mais uma referência em saúde para nosso estado”, disse Alex da Piatã. Já a deputada Maria Del Carmen comentou que a visita serviu para constatar "como está adiantada a obra e também a grandiosidade deste hospital. Isso mostra a preocupação do governador Rui Costa e do secretário Fábio Vilas-Boas com a saúde do povo baiano”. 

Segundo a diretora-geral do Hospital Couto Maia, Ceuci Nunes, o Icom garantirá uma melhor assistência aos pacientes e uma maior segurança para eles e para os trabalhadores. “Vai ser uma melhoria estrutural imensa. Haverá, por exemplo, leito de isolamento com pressão negativa e equipamentos de diagnóstico por imagem”.

Este é o segundo hospital no estado a ser construído por meio de uma Parceira Público-Privada (PPP). No modelo adotado, os serviços médicos são prestados pelo Estado e os serviços de apoio pelo parceiro privado.

Secom // AO

Postado em 16 de Mai 2018 as 12 : 56 : 00

 

Copyright 2014 - Todos os direitos reservados