Ligação Direta - Notícias
Salvador, 21 de Junho de 2018

Luiza Brunet perde ação judicial contra ex e terá que pagar R$ 1 milhão

Lirio Parissoto e Luiza Brunet na época em que mantiveram relacionamento (Foto: Reprodução/TV Globo)

A modelo e atriz Luiza Brunet, de 56 anos, perdeu em São Paulo ação judicial que movia contra o empresário Lírio Parisotto, de 64 anos, com o qual manteve relacionamento amoroso e pedia reconhecimento de união estável, e agora terá de pagar cerca de R$ 1 milhão em honorários à defesa dele. A informação é do escritório PLKC, que defende os interesses do bilionário.

Em sua conta no Instagram, Luiza postou que irá recorrer da decisão (veja na foto acima e saiba mais abaixo).

Segundo Luiz Kignel, advogado de Lírio, Luiza queria o reconhecimento de união estável com seu cliente, entre 2011 e 2016, para receber metade do patrimônio dele nesse período.

Luiza Brunet posta em seu Instagram que irá recorrer da decisão judicial que não aceitou o seu pedido para reconhecer uma união estável sua com o empresário Lírio Parisotto (Foto: Reprodução/Instagram)

“Mas o juiz Leonardo Ribeiro, da 4ª Vara da Família da Justiça, negou esse pedido no último dia 14 de maio”, disse Kignel nesta quarta-feira (30) ao G1. “Em namoro não se discute patrimônio. E os dois eram namorados, não foram companheiros ou casados”.

Luiza terminou o relacionamento com Lírio após acusá-lo de agressão durante os anos em que estiveram juntos. Em junho de 2017, o investidor financeiro foi condenado na esfera criminal da Justiça por lesão corporal contra a modelo.

O empresário foi obrigado a cumprir um ano de prisão em regime aberto além de mais um ano de serviços comunitários. Ele sempre negou o crime. Sua defesa está recorrendo dessa decisão.

“Mas o juiz Leonardo Ribeiro, da 4ª Vara da Família da Justiça, negou esse pedido no último dia 14 de maio”, disse Kignel nesta quarta-feira (30) ao G1. “Em namoro não se discute patrimônio. E os dois eram namorados, não foram companheiros ou casados”.

Luiza terminou o relacionamento com Lírio após acusá-lo de agressão durante os anos em que estiveram juntos. Em junho de 2017, o investidor financeiro foi condenado na esfera criminal da Justiça por lesão corporal contra a modelo.

O empresário foi obrigado a cumprir um ano de prisão em regime aberto além de mais um ano de serviços comunitários. Ele sempre negou o crime. Sua defesa está recorrendo dessa decisão.

G1 // AO

 

Postado em 30 de Mai 2018 as 16 : 10 : 00

 

Copyright 2014 - Todos os direitos reservados