Ligação Direta - Notícias
Salvador, 16 de Outubro de 2018

PF diz que há indícios 'suficientes' de que Temer autorizou compra de silêncio de Cunha

 PF diz que há indícios 'suficientes' de que Temer autorizou compra de silêncio de Cunha

A Polícia Federal considera que foram encontrados "indícios suficientes de materialidade e autoria" para configurar uma tentativa do presidente Michel Temer de comprar o silêncio do ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, e do operador Lúcio Funaro no relatório final da Operação Cui Bono, que investiga irregularidades na Caixa Econômica Federal.

A PF acredita que o presidente incentivou Joesley Batista a manter pagamentos a Cunha e Funaro, que estavam presos, para que os dois não fizessem acordos de delação premiada. A acusação da PF é baseada na delação premiada do empresário Joesley Batista, da J&F e do áudio gravado pelo empresário com Temer no Palácio do Jaburu.

Joesley disse, em depoimento, que teria repassado R$ 5 milhões para Cunha depois que ele foi preso em 2016 como "saldo de propina". O empresário “asseverou que deu ciência a Michel Temer” sobre os pagamentos, deixando claro que “se destinavam a garantir o silêncio” dos dois, “ao que sua Excelência (Temer) teria recomendado a manutenção de tais repasses”, afirma o relatório.

Uma denúncia foi realizada pela Procuradoria-Geral da República contra o presidente por conta desse caso, mas foi barrada pela Câmara dos Deputados. O processo voltará a tramitar quando Temer terminar seu mandato.

Bahia Noticias // AO

Postado em 14 de Jun 2018 as 08 : 45 : 00

 

Copyright 2014 - Todos os direitos reservados