Ligação Direta - Notícias
Salvador, 21 de Novembro de 2019

Porto de Aratu reduz serviços em 50%

O Sindicato dos Portuários de Candeias (SPC) decidiu, em assembleia realizada na quinta-feira (22), que a operação de carga e descarga no Porto de Aratu vai diminuir pela metade, a partir do sábado (24). A decisão foi tomada porque o reajuste salarial dos funcionários do Porto ainda não foi concedido.

“Nossa data-base é no dia primeiro de Março. O sindicato patronal ainda não concedeu o reajuste salarial que deveria ser concedido na data-base. Portanto, tem início a operação padrão a partir do dia 24. São mais de 300 dias com salários defasados; de atraso do reajuste salarial anual”, disse Luiz Borba, presidente do sindicato. 

Os portuários reivindicam um reajuste de 15%, aumento do vale-alimentação para R$ 25,00, diária diferenciada para os guindasteiros de R$ 150,00, correção do valor do Fundo Social e do Fundo de Valorização pelo índice da inflação (INPC), entre outras solicitações. O SPC disse que desde dezembro de 2014 apresentou a proposta de reajuste anual ao Sindicato dos Operadores Portuários de Salvador e Aratu. Não há previsão para o final da operação reduzida de carga e descarga.

Foto: Reprodução / Bahia Notícias

Postado em 23 de Out 2015 as 20 : 20 : 00

 

Copyright 2014 - Todos os direitos reservados