Ligação Direta - Notícias
Salvador, 22 de Outubro de 2019

Jovem acusado de matar dançarino Augusto Omolú é condenado a sete anos de prisão

Cleverson Santos Teixeira, o Bobó, havia confessado ter cometido o crime após relação sexual com a vítima - Foto: Divulgação

 

Cleverson Santos Teixeira, de 20 anos, acusado de matar o dançarino e coreógrafo Augusto Omolú, foi condenado a sete anos de prisão em regime semiaberto, nesta quinta-feira, 23, pelo Tribunal do Júri da comarca de Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). As informações são do Ministério Público da Bahia (MP-BA).

Omolú foi assassinado com quatro facadas em junho de 2013, no sítio em que residia, no bairro de Buraquinho, naquela cidade. Ele era um dos fundadores e professor da Escola de Dança da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb). Conhecido como "Bobó", o jovem foi preso dois meses após o crime.

À época, as investigações chegaram a conclusão que a vítima foi morta depois de manter relação sexual com o jovem. A Secretaria da Segurança Pública (SSP) informou que eles se conheceram horas antes no Bar do Cláudio, em Portão, quando, logo em seguida, Omolú foi convidado para fazer um programa em sua casa por R$ 100.

 

A Tarde/// Figueiredo 

Postado em 24 de Mai 2019 as 04 : 33 : 23

 

Copyright 2014 - Todos os direitos reservados