Ligação Direta - Notícias
Salvador, 24 de Julho de 2019

Cidade inundada após barragem se romper registrou maior tragédia em 57 anos, diz prefeito

 

Foto mostra como a cidade de Coronel João Sá, na Bahia, ficou após água de barragem invadir região â?? Foto: Studio Júnior Nascimento

 

Às vésperas de completar 57 anos de emancipação, no próximo dia 28 de Julho, o município de Coronel João Sá, atingido pelas águas do Rio do Peixe, após o rompimento da barragem do Quati, na cidade vizinha de Pedro Alexandre, teve a maior tragédia da história, segundo informou a prefeitura.

Desde que se separou do município vizinho de Jeremoabo, no ano de 1962 - e mesmo antes de se emancipar - não houve nada igual na região, conforme a administração da cidade, que, assim como Pedro Alexandre, tem população de cerca de 17 mil pessoas, segundo o IBGE, e cuja economia é movida pelo comércio, corte de pedras para produção de paralelepípedos, além da agricultura e pecuária.

A tragédia afetou cerca de 500 famílias e deixou cerca de 150 delas desalojadas na sede da cidade e em alguns dos mais de 100 povoados da zona rural, segundo balanço divulgado neste sábado pela prefeitura. Os desalojados foram para casa de parentes ou estão em abrigos improvisados em escolas, ginásios e outros espaços.

Nas duas cidades, Pedro Alexandre e Coronel João Sá, segundo informações do Corpo de Bombeiros Militar da Bahia, até sábado (13), 400 pessoas estavam desabrigadas e 1.500 desalojadas.

 

G1// Figueiredo 

Postado em 14 de Jul 2019 as 09 : 18 : 45

 

Copyright 2014 - Todos os direitos reservados