Ligação Direta - Notícias
Salvador, 16 de Setembro de 2019

Pesquisa alerta para circulação de superbactérias fora do hospital e uso indiscriminado de antibióticos

Um estudo realizado por pesquisadores de Ribeirão Preto (SP) alerta para a circulação de superbactérias fora do ambiente hospitalar e para o uso indiscriminado de antibióticos.

A pesquisa, disponível na edição de setembro da revista científica americana Journal of Global Antimicrobial Resistance, encontrou microrganismos da espécie Klebsiella pneumoniae resistentes a três ou mais antibióticos em pessoas com infecção urinária, mas que não estavam internadas.

O caso é considerado incomum, segundo o professor de microbiologia da Universidade de Ribeirão Preto (Unaerp), André Pitondo da Silva, que coordena o trabalho há quatro anos com outros seis pesquisadores. As amostras começaram a ser analisadas em 2015 em um projeto financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e o estudo foi concluído este ano.

"[No hospital] os pacientes estão tomando antibióticos, muitas vezes para tratar a infecção ou como profilático, porque às vezes é necessário. Isso acaba selecionando bactérias resistentes dentro do ambiente hospitalar, ou seja, em pacientes que estão internados é esperado que tenham mais bactérias resistentes, porque estão fazendo o tempo todo uso de antibióticos. Já nesses pacientes da comunidade, que é o que a gente publicou nesse artigo, não é esperado que se faça uso constante de antibióticos", diz.

Segundo ele, embora não tenha sido possível ter acesso ao histórico médico dessas pessoas, o uso excessivo de medicamentos pode estar associado à ocorrência das superbactérias.

 

G1 // IF 

Postado em 22 de Ago 2019 as 10 : 59 : 08

 

Copyright 2014 - Todos os direitos reservados