Ligação Direta - Notícias
Salvador, 22 de Outubro de 2019

Bandidos tomam chaves de ônibus para tocar fogo e fogem com chegada da PM

Dois homens tomaram a chave de um ônibus na manhã desta quinta-feira (29) na Via Regional, próximo ao São Marcos. Eles pretendiam colocar fogo no coletivo, mas desistiram com a chegada da polícia. Neste momento, policiais militares fazem buscas aos bandidos na localidade. A invasão ao coletivo aconteceu a poucos metros do estádio Manoel Barradas, por volta das 10h30. Essa é a segunda tentativa de bandidos colocarem fogo em ônibus no bairro em menos de 24 horas.

Os bandidos entraram num coletivo da empresa Integra que faz linha  Fazenda Grande III / IV - Lapa e tomaram a chave. "Eles subiram quando parei no ponto para os passageiros descerem. Subiram e disseram que não fariam nada com os pessoas, mas que queriam a chave do ônibus, porque iam colocar fogo", contou ao CORREIO o cobrador, que pediu para não ser identificado. 

Ainda segundo ele, os bandidos desistiram da ação por que uma.guarnição da PM vinha logo atrás. "Eles desceram quando ouviram a sirene. Foi pânico. As pessoas estão assustadas desde ontem com tudo isso", disse o cobrador. Nesse momento os policiais fazem buscas atrás dos bandidos na localidade conhecida como Ninja, que fica atrás do Hospital São Rafael. Eles estavam armados com pistolas e levaram as chaves dos ônibus.

Sem chave, os ônibus atacados permanecem parados na rua. Mesmo com o policiamento reforçado na via, parte dos comerciantes da área decidiram fechar as portas. Os outros coletivos circulam normalmente pelo local. A ação conta com a participação de policiais da 47ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Pau da Lima), da 50ª CIPM (Sete de Abril) e da Rondesp. 

Outra tentativa de ataque
Na noite de quarta-feira (28), um ônibus lotado foi atravessado na Via Regional, na altura do bairro São Marcos, e passageiros tiveram que derrubar e pular pelas janelas após bandidos roubarem a chave do motorista e ameaçarem atear fogo no coletivo. A situação ocorreu em um segundo veículo, também com passageiros.

Moradores do local, que fica próximo ao acesso para o estádio Barradão, e até passageiros de um dos ônibus divulgaram imagens do ataque nas redes sociais. A Polícia Militar afirmou que a situação já se normalizou no local e os ônibus não foram incendiados.

De acordo com Fábio Primo, presidente do Sindicato dos Rodoviários, um dos veículos pertencia à OTTrans.O Centro Integrado de Comunicação (Cicom), da Secretaria de Segurança Pública (SSP), informou que uma manifestação pacífica com acompanhamento da Polícia Militar ocorria no bairro do Novo Marotinho, na região informada pelo sindicato como o local do suposto crime, mas não há detalhes sobre a situação nos coletivos.

Correio24h // AO

Postado em 29 de Ago 2019 as 12 : 23 : 00

 

Copyright 2014 - Todos os direitos reservados