Ligação Direta - Notícias
Salvador, 01 de Abril de 2020

Doméstica é estuprada e morta em Salvador; neto da patroa confessa o crime

Jéssica Santiago estava grávida de seis meses | Reprodução - Foto: Reprodução

 

A empregada doméstica Jéssica Santiago dos Santos, de 29 anos, foi morta a facadas na madrugada deste domingo, 16, na casa onde trabalhava no Vale do Canela, em Salvador. De acordo com relatos de moradores do bairro, a mulher, que estava grávida de seis meses, foi morta após ser estuprada pelo neto da patroa, que confessou o crime.

O investigado, de 29 anos, foi autuado em flagrante, por crime de feminicídio, após ser agredido por vizinhos da vítima. Ele já tem passagem na polícia por roubo e cumpriu um ano e dois meses no Complexo Prisional da Mata Escura. Segundo a Polícia Militar, o homem foi capturado com uma lesão na cabeça e socorrido para o Hospital Geral do Estado (HGE). Em seguida, foi apresentado no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

A denúncia também inclui um segundo suspeito, que conseguiu fugir, de acordo com a PM. A polícia também informou que guarnições foram acionadas por volta das 4h, na rua Reitor Miguel Calmon, Vale do Canela, para atender denúncia de populares que acusavam dois indivíduos de homicídio.

Moradores informaram à polícia que dois homens pararam em frente à casa e pediram para entrar. Jéssica abriu a porta para a dupla. Um dos vizinhos disse à polícia que ela saiu da casa pouco depois, ensaguentada e alegando ter sido esfaqueada. A doméstica estava segurando o filho, uma criança de colo.

Pouco tempo depois, um dos suspeitos saiu da residência e foi atacado por moradores da região. Foi quando a polícia foi acionada e chegou ao local.

 

A Tarde/// Figueiredo

Postado em 17 de Fev 2020 as 04 : 50 : 59

 

Copyright 2014 - Todos os direitos reservados