Ligação Direta - Notícias
Salvador, 27 de Maio de 2020

Covid-19 mata mordomo da Casa Branca que trabalhou com 11 presidentes

Wilson Roosevelt Jerman, que trabalhou na Casa Branca com 11 presidentes dos Estados Unidos, morreu aos 91 anos, depois de ter contraído covid-19, anunciou a família.

O homem, que começou a trabalhar como empregado de limpeza quando era presidente Dwight Eisenhower (1953-1961), foi rapidamente promovido a mordomo na era Kennedy (1961-1963), e aposentou-se em 2012, durante o mandato de Barack Obama (2009-2017).

"Com a sua amabilidade e cuidado, Wilson Jerman ajudou a fazer da Casa Branca um lar durante décadas para várias primeiras famílias, incluindo a nossa", disse a ex-primeira dama Michelle Obama. 

"O seu serviço aos outros - a sua vontade de ir mais além pelo país que amava e por todos aqueles cujas vidas tocou - é um legado digno do seu espírito generoso", acrescentou.

Hillary Clinton também transmitiu condolências à família, através do Twitter, elogiando a capacidade de Jerman de fazer as famílias de vários presidentes "sentirem-se em casa".

O ex-presidente George W. Bush e Laura Bush prestaram tributo ao antigo mordomo, considerando-o "um homem adorável".

"Ele era a primeira pessoa que víamos de manhã quando saíamos da residência e a última pessoa que víamos à noite quando regressávamos", escreveu o casal.

EBC//IF

Postado em 22 de Mai 2020 as 10 : 44 : 19

 

Copyright 2014 - Todos os direitos reservados