Ligação Direta - Notícias
Salvador, 30 de Outubro de 2020

DEM diz que PT quer "tumultuar processo eleitoral" após acusação de campanha antecipada para Bruno Reis

[DEM diz que PT quer

 

Democratas se manifestou por meio da assessoria de imprensa sobre a decisão da Justiça Eleitoral que suspendeu a veiculação do vídeo da convenção do partido, realizada no último dia 14 de setembro, sob justificativa de campanha antecipada para o candidato Bruno Reis (DEM). Segundo a sigla, a ação proposta pelo diretório municipal do PT tem o objetivo de "tumultuar o processo eleitoral".

"A convenção, feita de forma virtual para evitar aglomerações, foi realizada dentro da lei, seguindo todos os protocolos determinados pela própria Justiça Eleitoral. Diante disso, o partido aguarda o julgamento do mérito e diz confiar que a ação será julgada improcedente, uma fez que as determinações foram respeitadas", declarou o partido, na nota.

O comunicado da legenda também trouxe um posicionamento da defesa da chapa. "A ação proposta é uma tentativa de tumultuar o processo eleitoral,  atacando um ato interno do partido, a sua convenção, que é destinada aos seus convencionais", afirma o advogado Ademir Ismerim, representante da coligação de Bruno.

Na petição, a qual o BNews teve acesso, o PT anexou diversos prints das transmissões do evento nas redes sociais. Em diversos momentos foram exibidos o nome de Bruno e da vice, Ana Paula Matos (PDT), bem como o número "25" que será utilizado pela chapa nas urnas. Uma das transmissões, inclusive, foi feita no canal do prefeito ACM Neto (DEM).

 

 

BNwes// Figueiredo

Postado em 24 de Set 2020 as 05 : 45 : 00

 

Copyright 2014 - Todos os direitos reservados