Ligação Direta - Notícias
Salvador, 04 de Dezembro de 2020

'Se as pessoas não ajudarem, vamos precisar fechar', diz Leo Prates sobre comércio

 

O coronavírus atingiu o bem mais precioso que Deus me deu: minha família',  diz secretário de

 

Após anunciar a abertura de 30 leitos de UTI para covid-19, em suas redes sociais, o secretário de saúde Leo Prates disse ao CORREIO que se a população de Salvador não colaborar, pode acontecer uma nova onda de fechamento das atividades do comércio.

"Nesse momento, não corremos esse risco. Mas preciso destacar que nossa capacidade é finita. Se as pessoas não nos ajudarem, vamos precisar voltar a fechar, porque há limite", alerta Leo Prates. A taxa de ocupação dos leitos de UTI para a covid-19 chegou a 62% em Salvador, anunciou o secretário neste sábado (21).

Além dos casos de covid-19, "há um aumento significativo de pessoas com AVC e infarto precisando de atendimento", explica. "Ou a sociedade entende que saúde publica é todo mundo junto, de mãos dadas, ou teremos sérios problemas", reforça.

O anúncio sobre a reabertura de leitos se dá um dia depois do hospital de Campanha do Wet’n Wild ter sido desativado. Três pacientes ainda estavam internados no local, nesta sexta-feira (20): dois foram transferidos para o Hospital Sagrada Família e um foi encaminhado para o Memorial.

O custo alto foi decisivo para o fechamento do hospital de campanha, conta o secretário de saúde. "A gente conseguiu recurso privado para o Wet’n Wild, porque o Governo Federal, no meu ponto de vista, equivocadamente não financiou", critica.

"No dia de hoje acendeu a luz amarela para nós. Tínhamos uma reserva e vamos usar. Mas nossa capacidade é finita", reforça. Leo Prates conta, ainda, que a Secretaria Municipal de Sáude está atuando em conjunto com o governo do estado para aumentar as equipes para uma alta hospitalar segura.

"Já marquei reunião na segunda-feira com a equipe da saúde. Se for necessario abriremos mais leitos", anuncia o secretário. 

Wet'n Wild
Apesar de não ter mais pacientes no local, a SMS informou que a estrutura não será desmontada de imediato, para que o hospital volte a funcionar caso haja necessidade. Hoje, o espaço conta com cerca de 20 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 80 de enfermaria.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, o hospital de campanha recebeu 1.440 pacientes com coronavírus. Destes, 998 doentes ficaram internados na tenda Wet'n Wild 1, enquanto 442 enfermos foram hospitaliazados na tenda Paralela 2.

Dos intrenados na tenda Wet'n Wild 1, se curaram 657 pacientes e 219 morreram. Na Paralela 2, foram 320 curados e 55 óbitos.

No Brasil
O aumento dos números em Salvador segue uma tendência no Brasil. A 22ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro começou, nesta sexta (20), sob o impacto de um impressionante aumento de casos de covid-19 entre jogadores, treinadores, membros de comissão técnica e funcionários dos clubes.

Até o início da noite desta sexta-feira, eram mais de 50 casos em 10 times e 4 treinadores estavam contaminados e fora de ação. Somente o Palmeiras, que lidera o "ranking" com 18 casos, afastou mais 5 jogadores na sexta. A CBF entende que a contaminação não ocorre em campo e não cogita mudar o protocolo neste momento.

 

Correio// Figueiredo

 

Postado em 22 de Nov 2020 as 08 : 00 : 00

 

Copyright 2014 - Todos os direitos reservados