Ligação Direta - Notícias
Salvador, 25 de Janeiro de 2021

Alvará para construção da Nova Rodoviária deve sair em até 2 semanas, diz Cavalcanti

 

Exclusivo: confira o projeto da nova Rodoviária de Salvador - Anota Bahia

 

O titular da Secretaria Estadual de Infraestrutura (Seinfra), Marcus Cavalcanti, se reuniu nesta quarta-feira (13), com representantes da concessionária da nova rodoviária estadual, a ser construída na região de Águas Claras, em Salvador, para debater os próximos passos para a construção do equipamento. Segundo o secretário, o alvará definitivo para o início das obras deve ser liberado pela prefeitura soteropolitana em até duas semanas. 

“Eles [a concessionária] estão no cronograma de licença de terraplanagem. Já concluíram a licença de supressão vegetal, que não tem lá, e a prefeitura deve liberar o alvará de construção definitivo da obra nas próximas duas semanas”, contou Cavalcanti, em entrevista ao Bahia Notícias.

Para o secretário, havendo a liberação por parte da prefeitura de Salvador, as obras devem começar imediatamente. “Já tem uma articulação muito grande, porque as obras estão juntas com o metrô. E eles garantem o prazo para, em 2022, estar concluída a rodoviária”, disse o titular da Seinfra.

O investimento de R$ 120 milhões na construção da nova rodoviária envolve ainda intervenções viárias no entorno, como uma alça no viaduto da Estrada Velha, mais três novos viadutos e um novo acesso para a Avenida 29 de Março. Essa última via, inclusive, será uma faixa de 10 metros de largura, hoje de propriedade privada, sobre o qual o governo do estado decretou utilidade pública para fins de desapropriação.

“A Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur-BA) e a Conder (Companhia de Desenvolvimento Urbano da Bahia) estão prevendo uma nova via de acesso à via 29 de Março por ali. É uma faixa entre o terreno da rodoviária e o terminal de contêineres, uma faixa de10metros de largura”, disse Cavalcanti.

“Estamos discutindo com ele (o proprietário). É uma área pequena. Provavelmente, não vai haver a indenização monetária. Nós estamos discutindo, porque vai melhorar também o acesso dele. Mas a desapropriação é necessária, porque é pré-requisito da licença do alvará da prefeitura”, explicou o secretário.

A nova rodoviária ficará às margens da BR-324 e deve ocupar uma área de 200 mil metros quadrados. Apenas o terminal terá 70 mil metros quadrados, mais de três vezes maior que o atual equipamento, localizado na Av. ACM. A obra tem previsão de conclusão em 24 meses.

 

BNotícias /// Figueiiredo

Postado em 14 de Jan 2021 as 06 : 00 : 00

 

Copyright 2014 - Todos os direitos reservados