Ligação Direta - Notícias
Salvador, 13 de Novembro de 2019

Greve dos médicos do INSS impede a realização de mais de 2 milhões de perícias

A greve dos médicos peritos do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) completa quatro meses e oito dias nesta terça-feira (12), e permanece com mais de 2 milhões de perícias não realizadas, de acordo com dados divulgados pela ANMP (Associação Nacional dos Médicos Peritos da Previdência Social).

Segundo a associação, a cada dez perícias, sete benefícios por incapacidade são concedidos. Cerca de 1,4 milhão de pedidos de auxílio-doença ou aposentadoria por invalidez não foram aprovados desde o início da paralisação, no dia 4 de setembro. Em torno de 1,3 milhão de perícias não foram realizadas e 818 mil pedidos de benefício estão represados em função da greve, segundo o INSS.

O tempo médio de espera para agendar uma perícia passou de 20 para 80 dias. A greve mais longa da categoria ainda não tem previsão para acabar e as negociações com o governo não avançaram nos últimos dias. A última proposta apresentada pelo Ministério do Planejamento foi rejeitada pelos peritos em dezembro.

De acordo com o órgão, o único ponto de discordância foi a exigência dos médicos para a redução da jornada de trabalho, de 40 horas para 30 horas semanais, sem perda de remuneração.

 

Postado em 12 de Jan 2016 as 13 : 10 : 00

 

Copyright 2014 - Todos os direitos reservados