Ligação Direta - Notícias
Salvador, 10 de Agosto de 2020

Toffoli defende que juízes só possam disputar eleições oito anos após deixarem magistratura

 

 

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, voltou a defender que magistrados e membros do Ministério Público sejam submetidos a uma ‘quarentena’ de pelo menos oito anos caso queiram abandonar as carreiras no Judiciário para disputar eleições.

Toffoli defendeu que o período de inelegibilidade servirá para evitar a ‘utilização da magistratura e do poder imparcial do juiz para fazer demagogia, aparecer para a opinião pública e se fazer candidato’.

“Quem quer ser candidato, seja como magistrado, seja como membro do Ministério Público, tem que deixar a magistratura, tem que deixar o Ministério Público, e tem que haver um período de inelegibilidade sim. (…) Eu já disse isso várias vezes a senadores da República não só nessa legislatura como em legislaturas anteriores”, disse.

 

Estadão /// Figueiredo

Postado em 29 de Jul 2020 as 17 : 56 : 51

 

Copyright 2014 - Todos os direitos reservados