Ligação Direta - Notícias
Salvador, 19 de Abril de 2018

TJ-BA tranca investigação por grampos ilegais

TJ-BA aceita recurso de Maurício Barbosa e tranca investigação por grampos ilegais

A 1ª Turma da Segunda Câmara Criminal aceitou o habeas corpus impetrado pela defesa do secretário de Segurança Pública, Maurício Barbosa, no caso dos supostos grampos telefônicos ilegais autorizados pela pasta. O recurso também inclui o chefe de Inteligência da secretaria, Rogério Magno de Almeida Medeiros. Com caráter preventivo, o recurso, de autoria dos advogados Sérgio e Thales Habib, impede abertura de investigação contra os dois pelas interceptações feitas no âmbito da Operação Leopoldo, denunciadas como irregulares pelo deputado estadual Soldado Prisco (PPS). Ao denunciar dois ex-desembargadores e quatro advogados na ação, o Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas e Investigações Criminais (Gaeco), do Ministério Público da Bahia (MP-BA), enviou os autos do processo à Procuradoria-Geral de Justiça para apurar suposto crime cometido por Barbosa. A defesa do secretário informou ao Bahia Notícias que o habeas corpus foi aceito por 3 votos a 1. Seguiram o relatório do desembargador Júlio Travessa, favorável ao recurso, os desembargadores Nilson Castelo Branco e Jefferson Alves de Assis. Já a desembargadora Soraya Moradillo foi contrária.

Reprodução: Bahia Notícias

da Redação

Postado em 14 de Dez 2017 as 18 : 30 : 26

 

Copyright 2014 - Todos os direitos reservados