Ligação Direta - Notícias
Salvador, 12 de Dezembro de 2018

Lázaro Ramos diz que foi escolhido para ser ‘Cirilo brasileiro’ na infância

Foto: Reprodução/Multishow

O ator Lázaro Ramos fez uma revelação no programa “Lady Night”, comandado por Tatá Werneck no Multishow, ao lembrar a sua infância como “ator mirim” na Bahia. Ainda aos 10 anos de idade, recusou trabalho no SBT de um personagem que fez sucesso nos anos 90.

“Fui ator mirim, quando tinha 10 anos fazia alguns programas na TV local. O SBT estava fazendo uma versão de ‘Carrossel’, ‘Colégio Brasil’. Eu fui selecionado para ser o Cirilo brasileiro”, contou Lázaro.

“Não fui porque o salário era baixo e meu pai não me deixaria ficar sozinho em outro Estado sem ele”, justificou. A novela foi exibida em 1996 e tinha Maria Padilha, Giussepe Oristânio e Patrícia Sabrit no elenco.

Tatá ainda brincou com Lázaro: “Ainda dá tempo. Todo ano o SBT reprisa “Carrossel”, você pode ser o Cirilo”.

A humorista e apresentadora fez questão de lembrar o primeiro longa interpretado pelo baiano, o filme “Cinderela Baiana (1988)”, uma cinebiografia ficcional sobre a Carla Perez, detonado pela crítica especializada e pelo público em geral. O ator riu, mas ressaltou que o trabalho foi importante na época para conseguir seguir a sua carreira na atuação.

“É o filme que faz com que eu permaneça como ator. Eu trabalhava no hospital nessa época, ganhava um salário mínimo. O filme começou a atrasar, tinha multa por atraso. Recebi 30 salários mínimos de cachê, pensei: tenho 30 meses para dar errado. Botei tudo no banco, pedi demissão do hospital e comecei a ser só ator”, afirmou.

Bahia.ba // AO

Postado em 22 de Nov 2018 as 11 : 19 : 00

 

Copyright 2014 - Todos os direitos reservados