Ligação Direta - Notícias
Salvador, 21 de Novembro de 2019

Sob comoção, multidão acompanha chegada de Mãe Stella de Oxóssi ao Orum

 

[Sob comoção, multidão acompanha chegada de Mãe Stella de Oxóssi ao Orum]

 

Mãe Stella de Oxóssi chegou ao Orum por volta das 11h30 deste sábado (29). Foi a hora em que seu corpo foi sepultado, no lote 2382 do cemitério Parque Jardim da Saudade, em Campinas de Pirajá, em Salvador. O número da sepultura é mais uma referência aos orixás. É Xangô, o patrono do Ilê Axé Opô Afonjá, onde a mãe de santo deu o passo inicial até se tornar a candomblecista mais importante do país. 
 
A despedida da ialorixá do Aiyê ocorreu sob muita comoção. Algo esperado para alguém que se tornou uma das maiores sacerdotisas do candomblé no país, com legado que se estendeu também para a luta contra a intolerância religiosa e para os campos da cultura e literatura, com autoria de várias obras. 
 
Durante o momento em que o caixão era colocado na cova, ocorreu uma espécie de transe coletivo. Vestidos de branco, como rege a tradição do candomblé, filhas e filhos de santo faziam o ilá, uma saudação ancestral que se assemelha a um grito, e falavam diferentes línguas de matriz africana. 
 
Eram os santos chegando para receber no Orum o espírito de Odé Kayodê, nome sagrado de Mãe Stella. Algo que faz parte dos rituais de sepultamento do candomblé, mas que, no enterro de Mãe Stella, foi potencializado. Pois estava sendo enterrada ali a sacerdotisa com maior grau de liderança dentro do terreiro e da liturgia. 

 

BNwes/// Figueiredo 

Postado em 30 de Dez 2018 as 07 : 10 : 36

 

Copyright 2014 - Todos os direitos reservados