Ligação Direta - Notícias
Salvador, 13 de Abril de 2021

Votação no segundo turno na Bahia é considerada tranquila pelo TRE

As eleições do segundo turno na Bahia, realizadas nas cidades de Feira de Santana e Vitória da Conquista, neste domingo, 29, foram consideradas tranquilas de acordo com o Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), que registrou algumas intercorrências como as seis urnas trocadas nas duas cidades. Ao todo, 4.344 urnas foram disponibilizadas nos municípios. "O segundo turno transcorreu com normalidade tanto em Feira de Santana quanto Vitória da Conquista. Já era o esperado por nós", disse o presidente do TRE, desembargador Jatahy Júnior. Das seis trocas, quatro foram em Vitória da Conquista, três delas na 39ª Zona Eleitoral (ZE), nas seções 03, 19 e 65, e uma na 40ª ZE, seção 298. Em Feira, uma substituição de urna foi feita na 156ª ZE, seção 33, e outras na 157ª ZE, seção 73.

Votação dos candidatos

O candidato a prefeitura de Feira de Santana, Zé Neto (PT) votou logo pela manhã deste domingo, 29, no Colégio Gastão Guimarães. O candidato chegou acompanhado da familia e votou ao lado da filha, que acompanhou o voto na urna. Zé Neto afirmou que sentiu a "energia positiva" durante todo o período em que esteve em campanha. Em Vitória da Conquista, o candidato Zé Raimundo (PT) votou no final da manhã, no Colégio Estadual Abdias Menezes. O postulante á prefeitura chegou a fazer uma avaliação da campanha e agradeceu aos eleitores a ida ao segundo turno.

Mesário afastado

Também em Vitória da Conquista, um mesário foi afastado por fazer apologia política com foto postada nas redes sociais no momento em que atuava, na seção localizada na Escola Municipal Frei Serafim do Amparo, na Vila Serrana II. De acorod com oTribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), o caso pode ser enquadrado como crime eleitoral, no entanto não foi informado para qual dos candidatos o mesário teria feito a propaganda. A legislação proibe aos servidores da Justiça Eleitoral, no caso de mesários e fiscais , o uso de roupas ou objetos com qualquer propaganda de partido, coligação ou candidato. Para os fiscais partidários, é permitido apenas o uso de crachá com o nome e sigla do partido político ou coligação a que sirvam.

Em Feira de Santana, fiscais da coligação "A Mudança Que Feira Quer", do candidato Zé Neto(PT), foram obrigados a trocarem a vestimenta após observada uma padronização da cor vermelha nos locais de votação. A decisão foi da juíza eleitoral Daria Zaro Queiroz, da 156ª Zona.

Denúncia

A Coligação ‘A Mudança Que Feira Quer’ (PT, PP, PDT, PCdoB e AVANTE) entrou com uma representação no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA) contra possível prática abusiva, após observações de algumas operações de fiscalização da Superintendência Municipal de Trânsito (SMT) para a apreensão de veículos particulares na zona rural de Feira de Santana, sob falsa acusação de transporte irregular durante a votação deste domingo, 29. De acordo com relatos e denúncias de eleitores, as apreensões estariam acontecendo nos distritos de Jaíba e São José (Maria Quitéria), zonas eleitorais onde o atual prefeito e candidato à reeleição, Colbert Martins (MDB), obteve menor votação. De acordo com a assessoria jurídica da Coligação, a representação pretendia “assegurar que as eleições municipais transcorressem de forma transparente e sem irregularidades, assim como no primeiro turno".

A coligação pediu, na ação, que fosse determinada a prisão em flagrante do Superintendente Municipal de Trânsito, Euclides Arthur, por crime eleitoral

 

Reprodução: A Tarde on line

da Redação do LD

Postado em 30 de Nov 2020 as 14 : 40 : 04

 

Copyright 2014 - Todos os direitos reservados